Passar para o Conteúdo Principal

Centro das Artes e do Espectáculo de Sever do Vouga (CAESV) reabre com um grande cartaz para os próximos meses

Centro das Artes e do Espectáculo de Sever do Vouga (CAESV) reabre com um grande cartaz para os p...
10 Setembro 2021
O CAESV abriu as portas este mês de Setembro para o início da temporada de 2021/2022, com grandes propostas culturais, pelo que se espera o regresso a uma espécie de normalidade pós-pandemia, que permita levar à cena as produções calendarizadas para os próximos meses.
 
Assim, de 13 a 24 de Setembro, este serviço municipal oferece a possibilidade dos severenses experienciarem a oficina Lugar, orientada pela artista Vera Alvelos, que se traduzirá no dia 25 de Setembro na apresentação de uma performance com o mesmo nome - “O lugar é o sítio que sabemos de cor pois nele nascemos e crescemos, ou pelo menos é lá que habitamos. Nele residem memórias de agora e de outrora impressas em cada recanto. O lugar é uma zona, um bairro, um espaço onde o corpo habita, tanto de forma privada, em casa de cada um, como de forma coletiva, no espaço público que é compartilhado”. 
 
No dia 18 de Setembro, a aposta recai para um Serão Poético, antecedido por uma sessão do Laboratório de leitura poética - “Com o advento do tempo frio, os Serões Poéticos pretendem aquecer-lhe a alma. De Setembro a Dezembro, a cafetaria do CAE de Sever do Vouga será transformada, uma noite por mês, num local de convívio e partilha em torno da arte poética”.  
 
Segue-se o café concerto de Raquel Ralha & Pedro Renato no dia 24 do corrente mês - “Raquel Ralha e Pedro Renato trabalham juntos desde o tempo dos Belle Chase Hotel. Prosseguiram caminho com Wraygunn, Azembla’s Quartet e, mais recentemente, com Mancines. A convite do programa «Cover de Bruxelas», que emite semanalmente na Rádio Universidade de Coimbra, juntaram-se na Blue House, pela primeira vez como um duo, para gravar três ‘covers’”. 
 
A oficina / performance Roubei um Livro na Cabine de Leitura e Hoje Vou Ler é a escolha para o período entre 28 de Setembro e 2 de Outubro, tratando-se de mais um convite que dirigimos ao público com o intuito de alavancarmos a sua participação e envolvimento no projeto cultural de Sever do Vouga - “11 é o número de performers que roubaram livros na cabine. 11 é o número de performers que vão ocupar o espaço em forma de poesia de porta aberta. O público é convidado a entrar nesta exposição viva, onde pode observar a dicotomia entre os momentos de leitura e a versão online dos nossos corpos. Levar telemóvel é urgente e obrigatório”.
 
A 8 de Outubro arranca a 6ª edição do ciclo de música Alter Ego, iniciando-se o mesmo com o concerto de SIRICAIA - “SIRICAIA surgem em 2019 e são um duo aveirense constituído por Susie Filipe na percussão e voz e Vítor Hugo na voz e guitarra. "FAMÍLIA FANDANGO" é o nome do 1º álbum de SIRICAIA, que retrata através da música, pintura, literatura e vídeo, a vida de um seio familiar tipicamente português, ao longo de 4 gerações, numa viagem de volta às raízes, a bordo de sonoridades contemporâneas e eletrónicas”. 
 
De 11 a 14 de Outubro, apresentamos às crianças do ensino pré-escolar de Sever do Vouga o espetáculo de teatro A Árvore Branca - “Era uma vez uma nuvem verde, uma árvore branca e uma aldeia vermelha de espanto. A Árvore Branca é um espetáculo para a infância inspirado no livro “Troca-Tintas", do ilustrador Gonçalo Viana. Nesta história uma árvore e uma nuvem decidem trocar de posição e desarrumar a paisagem”. 
 
No dia 15 de Outubro, ainda no âmbito do ciclo Alter Ego, apresentamos o concerto de André Henriques (com banda) - “André Henriques é um nome imperdível no panorama da música portuguesa da atualidade. Com uma carreira consistente com a sua banda Linda Martini, André Henriques tem-se destacado pelo cuidado na escrita de canções, pela forma como subverte os alicerces da música pop, o seu constante namoro com o fado e a canção portuguesa e pelas suas letras emotivas e contundentes que encontraram eco numa geração que se apaixonou novamente pela música portuguesa”. 
 
No dia 16 de Outubro, fechamos este ciclo de música portuguesa contemporânea e alternativa com o concerto de Luís Severo (e banda) - “Luís Severo apresenta-se ao vivo, acompanhado pela sua banda - Bernardo Álvares, Catarina Branco e Diogo Rodrigues - dando às suas músicas uma textura mais próxima das que tão aprimoradamente produz em estúdio”.
 
Regressam os Serões Poéticos com uma nova sessão no dia 23 de Outubro - “Serão momentos informais, mas imperdíveis, estes que aqui se viverão. O microfone estará sempre aberto a quem dele quiser fazer uso, para que as palavras voem em completa liberdade.”
 
No dia 30 de Outubro, chega a Sever do Vouga o Festival SAFRA - “SAFRA é um ciclo de programação artística para a promoção da música moderna produzida a partir da Comunidade Intermunicipal da Ria de Aveiro (CIRA). Na presente edição o SAFRA promove onze datas, nos onze concelhos que compõem a CIRA. Com uma programação para toda a família, o SAFRA propõe-se a apresentar diferentes géneros de música nas diferentes geografias da CIRA. A programação artística procura promover, apoiar e divulgar os artistas da região, numa lógica de intercâmbio cultural e com o objetivo de criar uma rede de itinerância que vise a criação de laços entre os diferentes projetos musicais e entre estes e os públicos.”
 
Em Novembro, o CAESV irá comemorar os seus 20 anos com um programa de excelência, mas que ainda é segredo! Desde que foi remodelado e encontrada a estratégia certa para ser um parceiro cultural de excelência, foram 20 anos de espetáculos, centenas de produções próprias e a certeza de que se tornou este espaço na casa da cultura do concelho, puxando pelas nossas gentes e pelas nossas raízes, não deixando morrer a nossa história e as nossas tradições, dando vida e palco à nossa arte.