Passar para o Conteúdo Principal

Sever do Vouga prepara ação coletiva de voluntariado ambiental no rio Vouga

Flyers 01reduce2 1 1024 2500
07 Maio 2019

Sever do Vouga está a preparar, para o dia 11 de maio, uma ação de voluntariado ambiental num troço do rio Vouga. Preservar a biodiversidade, através da limpeza das suas margens, é o objetivo da “EcoVouga” que também irá criar pontos para a recolha de lixo e eliminar espécies invasoras.

“Não há margens para dúvidas” é o lema da iniciativa que propõe um exercício coletivo de consciencialização ambiental num dos ex-libris de Sever do Vouga, o rio Vouga, que possui um importante papel na dinamização do turismo no concelho. No terreno, estarão voluntários divididos em grupos. Enquanto uns limpam e criam pontos de recolha em terra, nas margens do Vouga, outros descem o rio em caiaques com o mesmo objetivo: retirar o lixo. A intervenção terá início na albufeira da praia fluvial Quinta do Barco e irá estender-se por cinco quilómetros até a Foz. A ação irá também contar com a participação de mergulhadores dos Bombeiros Voluntários de Sever do Vouga.

A ação está a ser organizada pelo Viking Kayak Clube, em estreita parceria com o Município de Sever do Vouga, que também apoia a iniciativa, e as empresas de desporto e aventura do concelho, como a Boca do Lobo, Desafios e Turnauga, bem como a associação Landsdsever, Rikor e Bombeiros Voluntários locais. A Comunidade Intermunicipal da Região de Aveiro apoia a EcoVouga que conta com outros importantes parceiros, como a Associação Bandeira Azul da Europa e Montanhas Mágicas®.

A atravessar o concelho e a recortar o verde da paisagem, o rio Vouga proporciona cenários de rara beleza, que podem ser contemplados do alto da ponte do Poço de S. Tiago. É, ainda, palco privilegiado para os desportos de natureza e as suas águas banham a praia fluvial Quinta do Barco que, este ano, voltou a ser galardoada com a Bandeira Azul, um selo ecológico reconhecido internacionalmente. O seu contributo para a gastronomia também é importante, na medida em que oferece um dos produtos gastronómicos mais emblemáticos de Sever do Vouga, a lampreia, que em março assume o protagonismo nas mesas dos restaurantes concelhios, com a Rota da Lampreia e da Vitela.

A ação é aberta a todos que queiram participar, sendo apenas necessária a inscrição através do telefone 967 092 027. A alimentação, bem como o transporte para os locais a serem intervencionados são garantidos pela organização. O ponto de encontro será na praia fluvial Quinta do Barco (9h00). Após o almoço (12h30), os voluntários e a comunidade em geral são convidados para uma sessão informativa com o Instituto do Ambiente e Desenvolvimento (Universidade de Aveiro), Faculdade de Ciências da Universidade de Porto e a Quercus, no VougaPark-Centro de Inovação.

Para o presidente da Câmara Municipal, António Coutinho, a iniciativa é meritória. “Esta ação de voluntariado reveste-se de grande importância para Sever do Vouga, ao reunir um conjunto de mais-valias para o nosso concelho. É de louvar a mobilização da comunidade para a defesa dos nossos recursos endógenos e valorização do património natural”, afirma o autarca, acrescentando que a “EcoVouga” é um contributo ambiental que os severenses oferecem a toda a sociedade, sublinhando o carácter global da ação.

A iniciativa pretende, ainda, colaborar para amenizar um problema que assume dimensões cada vez maiores e alertar para a importância dos rios. Segundo as Nações Unidas, cerca de 80% do lixo marinho tem origem em ações desenvolvidas em terra e, anualmente