Passar para o Conteúdo Principal

A Gala que ampliou a felicidade, porque “as distinções fazem-se em vida”

Dinis coutinho  14  1 1024 2500
Arestalfer  1  1 1024 2500
Encosta dos tuneis  1  1 1024 2500
Joao monteiro  1  1 1024 2500
Kika cardoso  15  1 1024 2500
Leandro machado  3  1 1024 2500
Premio carreira  2  1 1024 2500
Projeto dou mais tempo a vida  1  1 1024 2500
09 Abril 2019

“Ser Feliz” – esta foi a mensagem transversal a todos os momentos da I Gala Mirtilo D’Ouro que decorreu no passado dia 6 de abril, nas instalações do Centro de Artes e Espectáculos de Sever do Vouga – CAE. O evento de cariz sociocultural organizado pela Palavras Lidas - Eventos em parceria com a Câmara Municipal de Sever do Vouga, teve como objetivo revelar o que de positivo aconteceu na região de Sever no ano transato – 2018, reconhecendo pessoas e entidades da comunidade nas seguintes categorias – Cultura, Desporto, Formação & Inovação, Turismo & Gastronomia, Empresarial e Prémio Carreira.

Marcaram presença várias empresas do concelho de Sever do Vouga que contribuem diariamente para o desenvolvimento da região, bem como, personalidades que se destacaram profissionalmente.

 

Uma noite de glamour

O Cocktail de boas-vindas iniciou antes mesmo da hora prevista, 20h30, comprovando a ansiedade da comunidade, sendo o mirtilo o anfitrião num flute de espumante. Pouco tempo depois Cláudia Azevedo e Gustavo Neves - os apresentadores destacados para conduzir a I Gala Mirtilo D’Ouro – deram início à cerimónia.

António Coutinho, presidente da Câmara Municipal de Sever do Vouga, abriu as hostilidades confirmando que o desejo pela realização de um evento idêntico já não era de agora, demonstrando a nítida satisfação pelo trabalho desenvolvido pela empresa Palavras Lidas – Eventos.

José Manuel de Almeida e Costa, vice-presidente da Câmara Municipal de Sever do Vouga, procedeu à entrega do primeiro galardão correspondente à categoria Cultura, a Leandro Machado. O severense de 37 anos, licenciado em pintura viu assim reconhecido o seu talento que incide essencialmente no retrato, embora também pinte outros temas.

Quanto à categoria Desporto foi João Monteiro que levou o galardão para casa. Depois de um acidente grave, João Monteiro não baixou os braços e viu no paraciclismo um escape, conquistando várias vitórias.

As trinta equipas do Núcleo de Voluntariado Comunitário integradas no projeto “Dou mais tempo à vida” promovido pela Liga Portuguesa Contra o Cancro em Sever do Vouga foi o mais votado na categoria Formação & Inovação. Beatriz Ribeiro, representante do projeto, apelou por ajuda na aquisição de um espaço físico – sede - para que a comunidade soubesse onde se dirigir. 

Relativamente à categoria Turismo & Gastronomia, o galardão seguiu para a iniciativa Encosta dos Túneis. A Encosta dos Túneis foi uma das finalistas do Concurso Maravilhas, onde foi apresentada a mesa severense, dando a conhecer alguns produtos autóctones e promovendo o concelho como um território de turismo real por excelência.

Com mais de 35 anos, a empresa Arestalfer especializada no desenvolvimento de soluções engenharia arrecadou o galardão da categoria Empresarial.

Por fim, o tão esperado Prémio Carreira foi atribuído pelo Júri a Adelino Silva Matos – um empresário de sucesso que em 1994 e 1995, foi distinguido com o título de “Patrono da Qualidade”. Recentemente, Adelino Silva Matos dividiu a administração do grupo pelos três filhos, constituído assim a ASM METAL, ASM GLOBAL ENGINEERING E ASMI INSDUSTRIES. Atualmente, o referido grupo empresarial emprega cerca de 600 trabalhadores, sendo que encerrou o ano de 2018 com um volume de faturação na ordem dos 60 milhões de euros. Adelino Silva Matos subiu a palco, tomou da palavra e, contrariamente às previsíveis palavras de agradecimento, o vencedor chamou para perto de si a sua esposa, representante da Fundação Edite Costa Matos - Mão Amiga, que anunciou a cedência do espaço para o projeto “Dou mais tempo à vida” – um momento marcante da noite e para o Núcleo de Voluntariado que não tinha sede fixa.

“Esta é uma distinção importante para mim, porque é dada em Vida! As distinções fazem-se em vida! Depois de morto não se tem nenhuma distinção. É a minha opinião”, rematou convictamente Adelino Silva Matos.

O evento contou ainda com o apoio dos seguintes patrocinadores Arestalfer, Seveme, Gineto, Beira Vouga, Jumpp, Terras do Vouga e Tuttipromo.

 

O lirismo de Dinis Coutinho com o “groove” de Kika Cardoso

A noite não se destacou apenas pela entrega de galardões. A par com a divulgação dos mais votados, subiram a palco dois artistas: Dinis Coutinho e Kika Cardoso.

Dinis Coutinho, artista severense, brindou o público com três temas, tendo sido conhecido através da sua participação no programa televisivo “The Voice Portugal”, em 2014.

Kika Cardoso encantou com o seu imbatível “groove” que contagiou o público. Na Gala Mirtilo D’Ouro, entre outros temas, apresentou o seu novo single “Só porque sim”.

A artista venceu o programa televisivo “Factor X”, também em 2014 e participou no Festival da Canção com o tema “Nova Glória” em 2017. Ainda no mesmo ano, editou o álbum de estreia em nome próprio.

 

Nomeados por categoria:

Categoria Cultura – Leandro Machado; Livro "O pequeno país dos frutos” de João Pedro Mésseder e Paul Hardman; Severi - Associação Cultural de Expressão Dramática de Sever do Vouga.

Categoria Desporto ACRPV - Escola de Patinagem Feminina; João Monteiro; José Martins.

Categoria Formação&Inovação Graphenest; Núcleo de Voluntariado Comunitário de Sever do Vouga com projeto "Dou mais tempo à vida”; Paulo Martins.

Categoria Turismo & Gastronomia –Encosta dos Túneis; Quinta do Barco e chef Alice Bruçó; Vougaldeias.

Empresarial Arestalfer; Grupo A. Silva Matos; Seveme.