Passar para o Conteúdo Principal

Concurso de cartazes “O que é a Felicidade?”

Co 1362018   concurso cartazes felicidade unesco 1 1024 2500
30 Outubro 2018

Está a decorrer o concurso de cartazes “O que é a Felicidade?” promovido pela Rede de Bibliotecas associadas à Comissão Nacional da UNESCO. Os trabalhos podem ser entregues na Biblioteca Municipal de Sever do Vouga até o dia 25 de janeiro. Alertar que a felicidade é um direito é o principal objetivo da iniciativa.

Além de sensibilizar que a felicidade é um objetivo e uma aspiração universal que deve ser potencializada, o concurso pretende promover a felicidade entre as pessoas e mostrar que se trata de algo essencial para o bem-estar e para a vida de todos nós. Outros dos objetivos é incentivar a solidariedade na construção de um mundo pacífico e sustentável e, não menos importante, promover o cumprimento da Agenda 2030.

O concurso é dirigido a crianças, jovens, adultos e seniores, dos seis aos 70 anos. Os trabalhos serão divididos em categorias, às quais será atribuído um vencedor. Cada categoria terá um tema, a saber: dos seis aos 10 anos: “A Felicidade tem as cores do arco-íris”, dos 11 aos 17 anos: “Fazemos parte da natureza: Como a Natureza nos pode fazer felizes”, dos 18 aos 40 anos: “A Felicidade começa dentro de mim”, e a partir dos 41 anos: “A arte de ser Feliz”.

Os trabalhos em formato de cartaz devem ser inéditos e podem ser executados em caneta, lápis de cor, carvão ou cera, tinta, colagens, com materiais reciclados, entre outros. O regulamento pode ser consultado no site e facebook da Biblioteca Municipal de Sever do Vouga.

O júri será composto por elementos da Comissão Nacional da UNESCO, do Ministério da Educação e da Direção de Serviços da Direção-Geral do Livro, dos Arquivos e das Bibliotecas (DGLAB). A entrega pública dos prémios irá decorrer no dia 20 de março, Dia Internacional da Felicidade 2019, na Biblioteca Municipal Gustavo Lopes, em Torres Vedras.

A Agenda 2030

A Agenda 2030 é fruto do trabalho conjunto de governos e cidadãos de todo o mundo para criar um novo modelo global para acabar com a pobreza, promover a prosperidade e o bem-estar de todos, proteger o ambiente e combater as alterações climáticas e integra 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS), sucessores dos 8 Objetivos de Desenvolvimento do Milénio, que deverão ser implementados por todos os países e que abrangem áreas tão diversas, mas interligadas, como: o acesso equitativo à educação e a serviços de saúde de qualidade; a criação de emprego digno; a sustentabilidade energética e ambiental; a conservação e gestão dos oceanos; a promoção de instituições eficazes e de sociedades estáveis e o combate à desigualdade a todos os níveis.

Os 17 Objetivos do Desenvolvimento Sustentável são: 1.Erradicar a pobreza; 2.Erradicar a fome; 3.Saúde de qualidade; 4.Educação de qualidade; 5.Igualdade de género; 6.Água potável e saneamento; 7.Energias renováveis e acessíveis; 8.Trabalho digno e crescimento económico; 9.Indústria, inovação e infraestruturas; 10.Reduzir as desigualdades; 11.Cidades e comunidades sustentáveis; 12.Produção e consumo sustentáveis; 13.Ação climática; 14.Proteger a vida marinha; 15.Proteger a vida terrestre; 16.Paz, justiça e instituições eficazes; 17.Parcerias para a implementação dos objetivos. (Fonte: Instituto Camões - Instituto da Cooperação e da Língua)