Passar para o Conteúdo Principal

Câmara oferece ambulância aos Bombeiros Voluntários

Co 1282018   aniversario bombeiros ambulancia 1 1024 2500
30 Outubro 2018

A Câmara Municipal de Sever do Vouga atribuiu um apoio integral à Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Sever do Vouga, no valor de 37.500,00 euros, para a aquisição de uma ambulância de transporte de doentes não urgentes. A bênção da nova viatura decorreu durante as comemorações do 58.º aniversário da associação, assinalado a 21 de outubro.

 

A Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Sever do Vouga comemorou 58 anos de serviço à comunidade. Ciente da importância do trabalho dos soldados da paz, a autarquia severense deliberou, por unanimidade, em reunião de Câmara, atribuir 37.500,00 euros para suportar a aquisição da nova ambulância. Um apoio que se enquadra na estratégia da política municipal, no âmbito da Proteção Civil. “Dentro da nossa capacidade orçamental, temos vindo a reforçar o apoio dado aos nossos bombeiros, reconhecendo-lhes a importância do trabalho que desenvolvem em prol de Sever do Vouga. Sabemos das nossas responsabilidades, enquanto Proteção Civil, e por isso mesmo os apoios dados são mais que justos. Acreditamos que a nova viatura vem contribuir para que os bombeiros sirvam ainda melhor a nossa comunidade, em especial a população mais envelhecida que é a que mais recorre ao serviço de transporte”, explica o vice-presidente da autarquia severense, Almeida e Costa.

 

No dia 21 de outubro, o autarca participou nas comemorações do aniversário que tiveram início com uma formatura geral, pelas 9h45, seguida do hastear das bandeiras e da celebração de uma eucaristia na Igreja Matriz de Sever do Vouga. À tarde, decorreu a cerimónia da bênção de viaturas, pelo pároco Virgílio. Além da nova ambulância oferecida pela Câmara Municipal, foram benzidas ainda duas viaturas que já se encontravam ao serviço da corporação, uma ambulância de socorro, suportada na totalidade pela associação, e outra de transporte de doentes não urgentes, comparticipada em 30% pela autarquia no ano passado

 

Este ano, à aquisição da nova ambulância, somam-se o subsídio de 25 mil euros, no âmbito da atribuição anual de subsídios às coletividades, e 30.214, 33 euros (Equipa de Intervenção Permanente). Nos últimos anos, a autarquia tem reforçado os apoios. Em 2016, a transferência foi de 65.410,98 euros, em 2017, de 67.787,97 euros e este ano, 92.714,33 euros.

 

Atualmente, de acordo com a direção, as maiores carências da corporação prendem-se com a necessidade de melhores condições para o quartel, cuja solução passa pela sua remodelação ou construção de raiz, e ainda, com o reforço do parque automóvel, através da aquisição de uma viatura de combate a incêndios florestais e uma viatura tanque. “Vamos continuar atentos às dificuldades dos nossos bombeiros, com vista a atender as suas necessidades e a reforçar um trabalho de parceria que se quer cada vez mais profícuo”, afirmou Almeida e Costa.