Passar para o Conteúdo Principal

Centro das Artes acolhe “Portugal não é um país pequeno”

Co 1302018   teatro descolonizacao caesv 1 1024 2500
24 Outubro 2018

Uma reflexão sobre a ditadura e a presença portuguesa em África é a proposta da trilogia “A Descolonização”, teatro documental. Na noite de 27 de outubro, sábado, pelas 21h30, o Centro das Artes e do Espetáculo de Sever do Vouga acolhe o primeiro espetáculo “Portugal não é um país pequeno”. Segue-se “Passa-Porte”, a 2 de março, e “Libertação”, no dia 27 de abril.

 

Em “Portugal não é um país pequeno”, investigam-se histórias reais que se tornaram memórias herdadas com o passar do tempo, como explica o co-criador e intérprete André Amálio. Contestar e reconstruir identidades culturais, dando ao teatro a oportunidade de contribuir para a reescrita da história, bem como para a transmissão da memória às gerações futuras é a ambição deste trabalho composto por três momentos.

 

Este primeiro espetáculo, que aborda em particular a vida dos antigos colonos portugueses através dos seus testemunhos reais, é uma imersão no período colonial português. O texto foi criado através de um processo de verbatim, ou seja, copiado palavra por palavra, o que traduz a escrita de um texto de teatro que utiliza fielmente as palavras das pessoas entrevistadas sobre a sua vida em África. A recolha dos testemunhos combinada com uma detalhada pesquisa historiográfica, cria um texto que retrata a complexidade da história recente em Portugal, no fim do colonialismo português.

 

Entrada: 5 euros (4 euros para estudantes e maiores de 65 anos). Duração: 60 minutos

 

Ficha artística e técnica:

Intérpretes: André Amálio e Pedro Salvador

Assistente de Encenação e Coreografia: Tereza Havlíková

Criação Musical: Pedro Salvador

Cenografia: Pedro Silva

Criação de: André Amálio/Hotel Europa