Passar para o Conteúdo Principal

Sever do Vouga recebe FestiJAZZ Festival Internacional de Jazz

6teto festa do jazz 1 1024 2500
Thomas 1 1024 2500
Rui jr. trio 1 1024 2500
Alexandre coelho quartet 1 1024 2500
Graeme wilson quartet 1 1024 2500
03 Abril 2018

Nos dias 13 e 14 de abril, os sons do Jazz vão fazer-se ouvir no Centro das Artes e do Espectáculo (CAE) de Sever do Vouga naquela que será a I edição do FestiJAZZ - Festival Internacional de Jazz. Numa parceria entre Portugal e Inglaterra, o evento traz grandes nomes do Nordeste da Inglaterra. Concertos e jam sessions, com bilhetes a 6 euros por dia, já à venda em ticketline. Os estudantes têm entrada gratuita.

 

A decorrer pela primeira vez no concelho, o FestiJAZZ é uma iniciativa pioneira na programação cultural do Município de Sever do Vouga. Ao longo de dois dias, 18 instrumentistas vão proporcionar mais de 10 horas de Jazz. Um convite a não perder para quem aprecia música de qualidade.

 

A aposta da organização vai para formações musicais reconhecidas e premiadas e, ainda, para projetos emergentes, cujo trabalho tem merecido a atenção da crítica especializada. Desta forma, o Município de Sever do Vouga associa-se às comemorações do Dia Internacional do Jazz, criado pela Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (UNESCO). A data foi assinalada pela primeira vez, em 2012, para relembrar “a importância do Jazz e o seu papel diplomático ao unir pessoas em todos os cantos do globo”, lê-se na página oficial do Dia Internacional do Jazz (30 de abril).

 

O programa abre, no dia 13 de abril, pelas 18h00 horas, com o 6TETO Festa do Jazz, do Conservatório de Música de Coimbra, que trazem um repertório original, englobando diferentes estilos musicais. À noite (21h30), Alexandre Coelho Quartet, composto por Gonçalo Moreira (piano), João Cação (contrabaixo), João Mortágua (saxofone alto) e Alexandre Coelho (bateria e composição), reconhecido no ano passado com o prémio de Grupo Revelação da Festa do Jazz do São Luiz, em parceria com a RTP. O quarteto revela as sonoridades do seu novo disco “Idiosyncrasies” e mostra o porquê do trabalho anterior “Sunday” integrar o Top 5 dos melhores discos portugueses de Jazz. A noite termina com uma Jam Session, na cafetaria do CAE (23h00).

 

No sábado, dia 14 de abril, pelas 18h00, é a vez de Thomas Dixon, cuja influência são os grandes clássicos, partilhar o palco com Rui Jr. Trio, uma formação que nasceu na Escola Superior de Música e Artes do Espectáculo (ESMAE). O trio, composto por Rui Catarino (guitarra), Gianni Narduzi (contrabaixo) e Gonçalo Ribeiro (bateria), explora as características da música moderna, que vão do Jazz à Bossa, passando pelo Pop Rock, entre outros. À noite (21h30), Wilson Graeme Quartet traz a sonoridade de uma improvisação sincera através de uma infusão de driving jazz, ritmos latinos, baladas folk, free jazz e pista de dança. O Festival Internacional de Jazz encerra, pelas 23h00, com uma Jam Session.